Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vo(lt)ar

'A menina tem sangue na guelra'

por meninapequenina., em 20.03.12

vou escrever-te duas cartas - uma escrevi na aula de psicologia,ontem e a outra escreverei agora.

espero que não se torne aborrecido para quem as ler.

 

Violeta (dispensarei também o querida)

a minha alma está entorpecida por toda a poluição que anda no ar.

As tuas palavras soaram melodiosas na minha mente,compreendo-te bem.

Precisamos de voar daqui para fora e rápido,corremos o risco de sufocarmos em nós mesmas.

Apesar de nem sempre o demonstrar as nuvens também me tapam o caminho,mas ao contrário de ti o meu caminho não o conheço de cor.

Gostava de pensar como tu- adorava conseguir ignorar 'aquelas coisas que fazem o sangue correr mais rápido' como me prometi- ,mas por mais que tente os sentimentos acabam sempre por me cegar interiormente.

Não te sentes- por vezes- com uma loucura inconcebível,que é derrubada por acontecimentos mínimos que não nos pertencem,mas nos são impostos?

O meu corpo está demasiado cansado,mas a teimosia leva-me a caminhar sem cair.

Desculpa o pessimismo pairar nesta carta!

Sabes acabei de imaginar que és a Alice e que vives noutro mundo contrário ao meu, no qual o tempo funciona de maneira diferente.

- sei que não sentes o mesmo,mas pronto aconteceu imaginar-te assim-

(Aquela cabra insiste em fingir-se de santa! Como as pessoas conseguem ser tão falsas!)

Temos de combinar o vôo- já pensei em beber a garrafa que está na mesa á minha frente de maneira a ficar tão pequenina que ninguém me visse,mas sei que tenho que enfrentar os problemas como uma menina GRANDE,que não sou.

Dá cumprimentos ao chapeleiro louco

Atenciosamente

Coelhinho Branco

 

P.s : Espero que não te tenha assustado muito com as minhas metáforas falhadas.

 

Alice - posso chamar-te Alice?
Hoje estou mais calma.A felicidade dos outros torna o ar mais respirável.
Confesso-te que estou preocupada- eu sei que não devia-a minha pobre alma está consumida por algo.
O meu ser salta ao minímo passo em branco.Ando extremamente inconstante Alice- e se queres que te diga não sei bem o que sinto.
Ontem atiraram-me pedras- sim,atiraram-me pedras.E tu não tens noção do quão mentirosa consigo ser,dizendo que nada me afecta,é claro que todos me conhecem demasiado bem.
A única coisa boa disto tudo é que todas pensam que eu sou louca- sim,sou de facto- e não tentam alcançar mais conclusões.
O problema ,o verdadeiro problema,é que com o escurecer dos dias a minha alma fica rouca e as palavras não correspondem ao que sinto.
Tenho medo de sentir algo que não seja atração. Sei que sou teimosa,e até de céptica já me chamaram.O que é certo é que não confio nos meus sentimentos.
E tenho um enorme aperto no peito.
Mas chega de dramatismos , estas férias são curtas,chegarão para quebrarmos as nuvens cinzentas?
Espero resposta.

8 comentários

Comentar post