Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vo(lt)ar

A arte perene da vida

por meninapequenina., em 05.09.12

Querido, faz-se tarde. O mundo escurece. As minhas mãos nas tuas acham tardes rugosas e passados transfigurados.

Calquemos futuro por aqui.Te escrevo para te dizer que à noite tremo de medo.

Quando acordo derramo lágrimas por ti,por nós.

Nada disto é fácil.As folhas tão secas,e o ar está murcho.

Encontro pedaços escurecidos na calçada.Mas quando olho para ti quase que consigo ver a certeza nas tuas palavras.

Quase que consigo ver a esperança num amanhã.

Pode ser que nos encontremos em sonhos.

2 comentários

Comentar post