Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vo(lt)ar

...

por meninapequenina., em 23.12.11

 

 


E as lágrimas caíram sobre as minhas pequenas e manchadas faces.

Pelo vidro ligeiramente embaciado pelo frio vi uma família risonha.

A mãe de faces rosadas e cabelo ruivo fazia cócegas ao filho mais novo,que se ria alegremente.

O pai punha o bacalhau e as batatas cozidas sobre a mesa,enquanto a filha com uma cabeleira ruiva e uns olhos esverdeados,corria à sua volta.

As minhas mãos pálidas e magras gelavam com o frio que coincidia com a noite natalícia.

E eu chorava e eles riam-se.

A mãe beijou os filhos e com um enorme sorriso desejou um Feliz Natal à sua pequena família.

E enquanto as memórias avassaladoras da minha triste infância caiam naquele pátio onde me tinha sentado,abrigando-me da chuva.O relógio dava as 12 badaladas.

Restos de comida ficam sobre a mesa ao mesmo tempo que num rodopio  as crianças se inclinam sobre as prendas.

Sem casa.Sem comida.Sem família.Descalça.Ao frio.O que era o Natal para mim? 

O que é o Natal para os que,indiferentes ao consumismo desenfreado,nem um prato de sopa podem comer?

 

 

E esta sou eu não conseguindo ficar indiferente a estas coisas.Apesar de ter feito um esforço grande.

Feliz Natal a todos vocês.

 

 

 

 

3 comentários

Comentar post